Educação Infantil

A Educação Infantil se posiciona hoje entre as prioridades sociais e educacionais, pelo papel que cumpre na formação de base e na construção das estruturas cognitivas, sociais e afetivas da criança, as quais acompanham o ser como constituintes nas diversas circunstâncias da vida. Trata-se da construção de estruturas de base, sociais, afetivas e cognitivas que determinam e possibilitam o novo desenvolvimento e as aprendizagens.

Nesta etapa, deve-se desenvolver o educando e assegurar-lhe a formação comum indispensável para o exercício da cidadania. Nesse contexto, a educação infantil nas Unidades de Missão baseia-se na proposta sociointeracionista, na qual a criança constrói seus conhecimentos por meio da interação com o outro, em um processo constante de mediação alinhada ao letramento, que visa um primeiro contato com a leitura e com a  escrita dentro de um contexto onde a escrita e a leitura tenham sentido e façam parte da vida do aluno.

Na Educação Infantil, professores e crianças vivem a experiência prazerosa da aprendizagem pela descoberta, através da interação na brincadeira, do assombro e do encantamento dentro do mundo que desvelam e, ao fazê-lo, da construção de si mesmos.

A Educação Infantil, primeira etapa da Educação Básica, tem como finalidade o desenvolvimento integral da criança de zero a cinco anos de idade em seus aspectos físico, afetivo, intelectual, linguístico e social, complementando a ação da família e da comunidade (BRASIL, 1996).